Blog do Luiz Caetano
  RESGATE ROMPEM DEFINITIVAMENTE COM A DIRETORIA DO SANTOS FC


teisaComunicado da Resgate Santista:

A Associação Movimento Resgate Santista convocou, no fim de 2009, a comunidade santista a buscar mudanças na gestão do Santos Futebol Clube, apresentando Luís Álvaro de Oliveira Ribeiro – o Laor – como candidato à Presidência do clube. A AMRS, contando com o apoio da Terceira Via Santista, acreditava ser necessário mudar os rumos da administração do Santos, que, provinciana e sem criatividade, refletia-se em um time sem brilho dentro dos gramados, sem receitas e prestígio fora dele. O associado santista abraçou esse projeto, elegendo Laor e sua chapa.A AMRS teve um papel muito importante nessa eleição, por meio de uma intensa mobilização da torcida. Diversos de seus membros também participaram ativamente dos primeiros anos de mandato, que tiveram um efeito transformador na condução do clube em termos de sustentabilidade financeira, engrandecimento de imagem e de relevantes conquistas no futebol, como a Libertadores de 2011. Outros avanços inegáveis ocorreram nos âmbitos administrativo e institucional, como a expansão do quadro associativo de 15 mil para 50 mil sócios, o aumento das receitas oriundas de contratos de patrocínio e a reforma do Estatuto Social do clube, que pôs fim às infinitas reeleições e restabeleceu a proporcionalidade no Conselho Deliberativo. Temos muito orgulho de ter contribuído decisivamente – quer com ideias, quer com capital humano – para que essas modificações fossem possíveis.

Infelizmente, às escondidas, um plano de tomada de poder foi cautelosamente armado em diversas frentes (financeira, política interna da Resgate e política do Santos Futebol Clube), cujos atos começaram a ganhar corpo a partir da conquista da Libertadores de 2011. No decorrer desse processo, a AMRS passou a ser sistematicamente alijada do processo político e deliberativo de assuntos importantes. Visando concretizar esse plano, diversos titulares dos cargos obtidos às custas do prestígio político da Resgate lideraram um movimento de dissidência, que culminou com a formação do grupo “Eu Sou Santos”.

Obviamente, como esse grupo está calcado em um plano de tomada de poder e não voltado aos interesses do clube, os atos praticados por ele rasgou em definitivo todo o programa formulado anteriormente pela Resgate.

Nesse contexto, a gestão do Santos FC deixou de seguir os princípios pregados pela AMRS: transparência, democratização e profissionalização, o que vem distanciando o Santos de seus associados e torcedores. Isso pode ser percebido em diversas esferas do clube:

- A comunicação com os associados e a torcida é muito frágil e os planos de governo são minimamente compartilhados;

- O futebol, razão principal para a existência do clube, parece estar abandonado e desprovido da dinâmica de ação e reação tão necessária para a sua evolução;

- As contratações de jogadores são feitas sem critérios objetivos. Esses jogadores passam pelo clube sem sequer serem testados de verdade;

- A definição dos mandos de jogos na capital paulista, onde vive a maior parte dos torcedores do Santos FC, não é programada com a devida antecedência e também é feita sem critérios objetivos;

- As reuniões do Conselho Deliberativo são pouco abertas a questionamentos;

- A contratação e a avaliação de desempenho de profissionais da gestão são realizadas sem método visível e sempre ocultas entre quatro paredes, sujeitas a alto nível de subjetividade;

- Há uma desatenção com as lideranças santistas que constituem a massa social do clube;

- Há a manutenção de um ambiente de muitas controvérsias e insatisfações reprimidas, tanto entre dirigentes como entre a torcida, sem que as mesmas sejam esclarecidas;

- Falta um plano de metas de curto, médio e longo prazo mais visível e com avaliações periódicas abertas a todos os Conselheiros e Associados;

- Ocorre um isolamento crescente do grupo no poder do corpo social do clube.

Esses fatos levaram a AMRS a pensar no futuro do Santos e em como se posicionar daqui para frente. Nesse processo, decidimos, com a adesão de nossos associados, pela retirada do apoio a essa diretoria que ajudamos a eleger. Entendemos que uma gestão que não respeita os princípios da transparência, do profissionalismo e da democracia preconizados pela AMRS não pode ser apoiada por nós. Nos propomos a participar de discussões que possam reagrupar politicamente os santistas em torno de ideais democráticos e participativos. Nosso objetivo é novamente impulsionar o Santos a crescer e a assumir uma postura de clube inovador e de liderança efetiva no futebol brasileiro.

Enquanto tudo parecia bom estavam no poder…



Escrito por Luiz Caetano às 09h56
[] [envie esta mensagem] []


 
  Novo Blog

Preciso mudar de blog por ter atingido a capacidade máxima de postagem desse.

Novo endereço

Nova casa: http://luiz1958.wordpress.com/

 



Escrito por Luiz Caetano às 13h42
[] [envie esta mensagem] []


 
  São Paulo tem 6º protesto contra o aumento da tarifa de ônibus

Ato reúne 12 mil pessoas na Praça da Sé e arredores. Foto: Márcio Ferandes/Estadão



Escrito por Luiz Caetano às 19h32
[] [envie esta mensagem] []


 
  Retorno

Retorno

 

Ola amigos, depois de um tempo recluso retorno as atividade do Blog, agradeço de coração aos amigos que nesse tempo contribuiu com as publicações dos textos. Estarei procurando publicar com certa regularidade...

 

 

É possível mensurar o fenômeno Neimar?

 

 

Pra quem é noveleiro. Não é o meu caso, só estava fazendo companhia à minha mulher, rsrsrs. Assisti na quinta-feira (28-02) na novela Salve Jorge, o seguinte diálogo:

 

A moça brasileira numa conversa com uma senhora turca, a mulher diz:

 

"Aqui na Turquia gostamos tanto de futebol como os brasileiros, tinha um brasileiro que jogava até pouco tempo por aqui, seu nome é Alex, era considerado um deus"!

 

E a Morena (nome da brasileira) respondeu: "Ah! Assim como o Pelé e o Neymar no Brasil, nossa, não sabia que gostavam tanto de futebol assim, não".

 

E esse santista aqui, (que por acaso viu a novela, rsrs.) ficou com o peito cheio de orgulho.

 

É emblemática essa "declaração" da personagem protagonista da novela, isso tem uma força avassaladora. Quando Pelé parou, o Santos, que até vinte anos antes era um time de torcida pequena (torcedores só da cidade de Santos) recebeu como legado do Rei, 10% da população brasileira como torcedor.

 

Isso de alguma forma explica o desespero dos rivais para que o Neymar vá logo para Europa.

 

Éramos apenas 90 milhões em 1970, e eram aproximadamente 9 milhões de torcedores. Junto com o Flamengo as duas maiores torcidas do país. Hoje somos 7 milhões de santistas e 198 milhões de brasileiros.

 

Comunicado

 

Preciso mudar de blog por ter atingido a capacidade máxima de postagem desse.

Novo endereço: http://santosumapaixao.blogspot.com.br/

 

 



Escrito por Luiz Caetano às 09h33
[] [envie esta mensagem] []


 
 

Com Neymar e Montillo, Santos-2013 'se apresenta' e goleia o Barueri

No Pacaembu, dupla teve boa atuação na primeira aparição para o torcedor e ajudou na vitória por 4 a 0. Os gols foram marcados por Neymar, Galhardo, Miralles e Bil

 

Se a primeira impressão é a que fica, o torcedor do Santos e o técnico Muricy Ramalho têm muito o que comemorar e sonhar após a noite desta quarta-feira. No primeiro jogo de Neymar e Montillo, no amistoso contra o Grêmio Barueri, no Pacaembu, o Peixe, contando com o brilhantismo da nova dupla, mostrou bom futebol e goleou por 4 a 0. Isso porque eles só jogaram os primeiros 45 minutos...


Os gols do primeiro tempo, o dos titulares, foram marcados por Galhardo e Neymar. Os gols da etapa final, onde os reservas entraram em ação na partida, foram feitos pelos atacantes Miralles e Bill.


A partida ainda teve as estreias do meia Cícero, do volante Renê Júnior, do zagueiro Neto e do jovem atacante Gabigol, de 16 anos. Todos os citados tiveram boas atuações na partida. Outros reforços para 2013, Marcos Assunção e Pinga estiveram na 'festa', mas ficaram apenas no banco de reservas, fruto da má condição física.


O Peixe voltará aos gramados no próximo sábado, para a estreia no Paulistão, diante do São Bernardo, às 20h30, no Estádio Primeiro de Maio. Campeão nas últimas três edições, o Peixe tenta o tetracampeonato do Paulistão.


O jogo

Principais atrações da partida, em meio a festividade e diversas apresentações dos novos jogadores alvinegros, Neymar e Montillo mostraram entrosamento, tiveram ótimas atuações e atormentaram a zaga do Barueri desde o início.


Só de aperitivo, logo no primeiro minuto, Neymar cruzou na cabeça de Montillo, que quase marcou o seu primeiro tento na nova equipe. Logo depois, aos 10, foi a vez de o argentino servir a Joia na entrada da área, que desperdiçou boa oportunidade.


Sem aliviar, o Peixe não deixou o Barueri chegar perto da meta do goleiro Rafael. Os outros reforços do Peixe no gramado (Neto, Guilherme Santos, Renê Júnior e Cicero), ajudaram a dupla estelar e também tiveram boas atuações. A superioridade foi tamanha que a única ameaça da equipe rival surgiu apenas em bola parada, em cobrança de falta do Marcio Pit no travessão.


Após o perigo, mais Santos, mais Montillo, mais Neymar...

Para o delírio da torcida, que, mesmo sob chuva, compareceu em bom número o Pacaembu - cerca de 16 mil pagantes estiveram no estádio -, Galhardo recebeu lindo passe e sofreu pênalti. Na cobrança, Neymar, com tranquilidade, só tirou do goleiro e correu para o abraço do novo "parça".


O lateral, aliás, foi o responsável por tirar um pouco do foco da dupla. Em novo lance, já aos 45, ele cruzou para a área, a bola desviou na zaga e entrou.


Na segunda etapa, para a tristeza dos amantes do futebol e da torcida presente no Pacaembu, o técnico Muricy Ramalho sacou toda a equipe titular santista e colocou os reservas e a garotada em ação.


Dentro do gramado, no entanto, o ritmo não parou e as opções do Peixe para 2013 mostraram serviço.


De forma ofensiva e apenas em 11 minutos, o Peixe marcou dois gols e ampliou o marcador para 4 a 0. Ambos com a boa participação do atacante Patito Rodrígues, um dos principais destaques nos 45 minutos finais. O terceiro aconteceu após cruzamento de Patito pela esquerda, que culminou no gol do atacante Miralles. O terceiro foi logo depois, após assistência para o centroavante Bill, que bateu firme de esquerda e marcou o quarto.


No restante da partida, o Peixe tirou o pé do acelerador e administrou o resultado. De empolgação por parte dos torcedores, apenas a entrada do atacante Gabigol, de 16 anos, visto como uma das grandes promessas do Santos para os próximos anos. O jogador atuou por 15 minutos.




 



Escrito por Luiz Caetano às 10h14
[] [envie esta mensagem] []


 
 

Santos confirma acerto e lateral Nei faz exames para assinar contrato

Presidente em exercício do clube, Odílio Rodrigues, fez o anúncio após a apresentação do meia Montillo. Aos 27 anos, Nei chega para substituir Bruno Peres


O lateral-direito Nei é o oitavo reforço do Santos para 2013. De acordo com o presidente em exercício do clube, Odílio Rodrigues, o jogador está realizando exames médicos para assinar contrato. O vínculo terá dois anos de duração.

 

- O Nei está fazendo exames médicos hoje (segunda-feira) e deve assinar nos próximos dias. Está tudo certo - informou o dirigente, logo após a apresentação do meia Montillo, na Vila Belmiro.

Nei está com 27 anos e seu último clube foi o Internacional, que rescindiu com ele no fim de 2012. Livre no mercado, o atleta chega ao Peixe apenas pelo custo de salários, luvas e comissão do empresário Joseph Lee.

 

A contratação foi um pedido do técnico Muricy Ramalho e serve como reposição para a saída de Bruno Peres. O jogador pertence ao Audax-SP, estava emprestado ao Santos até maio e acerta os últimos detalhes de um contrato válido por quatro temporadas com o Internacional.

 

Nei começou a carreira no Corinthians B e, além de Internacional e Santos, também defendeu a Ponte Preta e o Atlético-PR.

Os outros sete reforços do Santos são o zagueiro Neto, o lateral-esquerdo Guilherme Santos, os volantes Marcos Assunção e Renê Júnior e os meias Montillo, Pinga e Cícero.






Escrito por Luiz Caetano às 14h24
[] [envie esta mensagem] []


 
 

 

14/01/2013 11h08 - Atualizado em 14/01/2013 11h42

Com apresentação confirmada, Assunção treina forte no CT Rei Pelé

Volante será mostrado à torcida santista no amistoso desta quarta, contra o Barueri. Jogador de 36 anos está de volta ao Peixe após 14 anos.

 

Marcos Assunção ainda não foi anunciado como reforço do Santos, mas já está integrado ao elenco que se apronta para a temporada 2013. O meia de 36 anos será apresentado à torcida no amistoso de quarta-feira, às 20h30 (de Brasília), contra o Barueri, no Pacaembu.

Enquanto isso, Assunção - que esteve no CT Rei Pelé na sexta-feira para realizar exames médicos e ficará no Santos por uma temporada - trabalha forte na academia do clube. O volante dá sequência às avaliações físicas, para iniciar o Paulistão em condições de jogo. A estreia santista será sábado, às 19h30 (de Brasília), contra o São Bernardo, no estádio Primeiro de Maio, no ABC.

Assunção, que acertou com o Santos um contrato por produtividade, retorna ao Peixe após 14 anos. Além do Alvinegro, o volante já defendeu Roma, Betis, da Espanha, Al-Ahly e Al-Shabab (ambos dos Emirados Árabes), Barueri e Palmeiras. Apesar de ter caído para a Série B com o Verdão, o jogador sagrou-se campeão da última Copa do Brasil, também pelo Alviverde.

Além de Assunção, outro veterano do Santos que realizou atividades na academia no CT foi o lateral-esquerdo Léo. O jogador de 37 anos segue recuperando-se da artroscopia no joelho esquerdo a qual foi submetido no final do ano. O retorno do atleta está previsto para a sequência do Paulistão. Sem Léo, as opções do Peixe para a lateral são os jovens da base Paulo Henrique e Emerson, além do novo reforço Guilherme Santos - que ainda não foi anunciado, mas já treina com o elenco.

Para a temporada 2013, são sete os reforços trazidos pelo Santos. Além de Assunção e Guilherme Santos, também chegaram à Vila Belmiro os meias Montillo (que será apresentado nesta segunda-feira), Cícero e Pinga, o volante Renê Júnior e o zagueiro Neto (este no clube desde o final do ano passado).

 



Escrito por Luiz Caetano às 12h40
[] [envie esta mensagem] []


 
 

Vandalismo

Em nota oficial, Santos diz que identificou pichadores da Vila

De A Tribuna On-line

Após os muros da Vila Belmiro aparecerem pichados na manhã desta sexta-feira, a diretoria santista se pronunciou sobre a ação dos torcedores que pediam a volta de Robinho e chamavam o presidente Luis Alvaro Ribeiro de "gambá", em referência ao Corinthians.

Em setembro, alguns torcedores já haviam se manifestado sobre os 40 milhões prometidos durante a campanha de Luis Alvaro para a presidência do Santos.

Confira a nota oficial emitida pelo Santos:

O Santos FC informa que já identificou os responsáveis pelas faixas e pelo vandalismo desta madrugada, na Vila Belmiro. São manifestações políticas de um mesmo grupo que há semanas tenta desvirtuar o ambiente político do Clube. O Comitê de Gestão ressalta sua unidade e equilíbrio neste momento de planejamento da temporada 2013.



Escrito por Luiz Caetano às 10h52
[] [envie esta mensagem] []


 
 

 

Santistas pedem demissões, e pressão contra dirigentes aumenta.

12 de Dezembro de 2012  18h44  atualizado às 18h49

Torcedores do Santos perderam a paciência e voltaram a pedir a saída imediata de alguns dirigentes do clube, durante evento em São Paulo organizado para homenagear os campeões brasileiros de 2002, nesta terça-feira. Com um cartaz, criticaram os principais cartolas do futebol, citando um deles, inclusive, como "corintiano" e o termo "o Santos não precisa de vocês".

Constam no protesto Henrique Schlithler, superintendente administrativo, além de Nei Pandolfo e Felipe Faro, responsáveis pelas contratações de jogadores, e três membros do comitê gestor: Caio di Stefano, Luciano Moita e Pedro Luiz Conceição, ex-diretor de futebol e interlocutor santista na venda de Paulo Henrique Ganso ao São Paulo.

Este não foi o primeiro protesto direcionado a dirigentes. Recentemente, a padaria "A Santista" questionou o trabalho de Pandolfo como gerente de futebol atrelado ao pouco aproveitamento das categorias de base.

No evento, torcedores ainda pediram pela volta do atacante Robinho, do Milan. A contratação já havia sido exigida por uma das organizadas antes do último jogo na temporada, contra o Palmeiras, "custe o que custar".

Dirigentes do Santos se sentem cada vez mais pressionados pelos recorrentes fracassos nas negociações. A dificuldade em anunciar os primeiros reforços para 2013 deixa preocupado o técnico Muricy Ramalho, temeroso, mais uma vez, pela formação do que já atribuiu como "time de um semestre".

Além disso, os dirigentes, principalmente Nei Pandolfo e Felipe Faro, correm risco de demissões antes mesmo do fim do ano. O clube teve recentemente o desligamento de Eduardo Vassimon, influente membro do comitê gestor.

 



Escrito por Luiz Caetano às 13h11
[] [envie esta mensagem] []


 
 

Santos acerta primeiro patriocinador para 2013

De A Tribuna On-line
O Santos acertou o primeiro patrocinador para 2013. A Corr Plastik, empresa de tubos e conexões, estampará a barra da camisa, calção e perna esquerda do uniforme do Peixe na próxima temporada.

"É o primeiro contrato confirmado. Tivemos uma valorização de 15% a 20% no valor desse espaço. E continuamos com as negociações para os demais", disse a A Tribuna On-line o gerente de Marketing do Santos, Armênio Neto.

Neto não confirmou o valor do acordo, mas seria em torno de R$ 7 milhões por dois anos. A empresa Marabraz estampou o mesmo espaço nesta temporada. A estreia da parceria acontece no dia 4 de janeiro, na Copa São Paulo de Futebol Júnior.

Atualmente o Peixe conta com cinco patrocinadores: BMG (peito), Seara (ombro), Netshoes (mangas), CSU (números) e Marabraz (calção e barra da camisa).



Escrito por Luiz Caetano às 14h32
[] [envie esta mensagem] []


 
 

Luis Alvaro cita proposta por Montillo e diz que argentino quer jogar no Santos

O presidente do santos, Luis Alvaro de Oliveira Ribeiro, falou de maneira empolgada sobre a possibilidade de contratação de Montillo. O santista avisou que a negociação com o Cruzeiro para a compra do jogador já foi iniciada, e garantiu que o argentino está interessado no acordo.

“Tivemos reunião importante e formalizamos a proposta por Montillo. Ele atende nossas necessidades e inclusive disse ao Muricy que tem interesse de jogar no santos”, disse Luis Alvaro no evento da CBF de premiação dos melhores do Brasileiro, no HSBC Brasil, em São Paulo.

O vice-presidente do Santos, Odílio Rodrigues, está em Belo Horizonte, e se reuniu com dirigentes do Cruzeiro nos últimos dois dias para tentar a contratação do meia.

O BMG detém 20% dos direitos econômicos de Montillo. Com isso, o Santos espera abater o valor que o Cruzeiro exige pelo meia – cerca de R$ 25 milhões – envolvendo alguns jogadores do elenco na transação. O bom relacionamento com a diretoria mineira também anima os santistas na disputa pelo argentino.

Luis Alvaro ainda comentou a situação de outras duas negociações do Santos. São eles, o atacante Willian José, do São Paulo, e o volante Renê Júnior, da Ponte Preta.

“O Renê Júnior está perto de acertar com a gente. O Willian (José) precisamos esperar, pois há um problema com os investidores em relação à data de saída do contrato”, avisou o presidente santista.

Foto: UOL




Escrito por Luiz Caetano às 08h57
[] [envie esta mensagem] []


 
 

Meninos da Vila se destacam e Santos FC vence Palmeiras na última rodada do Brasileirão

01/12/2012 21h36
Santosfc.com.br

A relação do Santos FC com jovens talentos já virou uma marca registrada do time da Baixada e no último jogo da temporada, os Meninos da Vila fizeram bonito mais uma vez. Com dois gols de Neymar e um de Victor Andrade, o Alvinegro venceu o Palmeiras por 3 a 1, em casa. O jogo de número 300 do clássico contou ainda com a volta olímpica dos atletas Sub-20 do Peixe, campeões Paulista de 2012, e uma homenagem ao jornalista Joelmir Beting – que faleceu essa semana.

O Palmeiras abriu o placar no início do primeiro tempo, mas o Peixe reagiu e virou ainda na primeira etapa do jogo. O Alvinegro abriu o placar com o gol de Victor Andrade, depois que Neymar recebeu a bola de Pato e tocou para o atacante empatar a partida. A virada veio com um gol de pênalti de Neymar, que sofreu a falta e marcou. Ainda antes de acabar o primeiro tempo, o camisa 11 do Peixe recebeu a bola e tocou para o gol.

No segundo tempo, o Santos FCteve algumas oportunidades de marcar, mas a bola não entrou. Com a vantagem de dois gols no placar, o time da Vila Belmiro conseguiu administrar o placar e conquistar os três pontos na tabela, fechando o ano com vitória.

Agora, o time entra de férias e faz sua próxima partida no dia 20 de janeiro de 2013, contra o São Bernardo, pelo Campeonato Paulista. O Peixe vai em busca do inédito tetracampeonato.

Escalação
Para o clássico, o técnico Muricy Ramalho colocou em campo Rafael, Bruno Peres, Bruno Rodrigo, Durval e Juan; Alan Santos, Arouca, Felipe Anderson e Pato Rodrigez; Neymar e Victor Andrade.

O time voltou para a segunda etapa com a mesma formação. Mas, com cerca de 10 minutos no relógio, Arouca foi substituído por Gerson Magrão. O argentino Miralles, recuperado de uma lesão, voltou a jogar e entrou no lugar de Victor Andrade. O técnico Muricy Ramalho optou também por tirar Pato Rodriguez e colocar outro menino da Vila, Geuvânio.

 



Escrito por Luiz Caetano às 10h07
[] [envie esta mensagem] []


 
 

 

É campeão no Centenário!!!EnviarImprimirDiminuir FonteAumentar Fonte

Santos FC faz novo 1 a 0 no São Paulo e conquista o Paulista Sub-20 depois de quatro anos

01/12/2012 13h06
Vinicius Vieira

Depois de quatro anos, a equipe Júnior do Santos FC volta ao topo dos times de base no Estado. Neste sábado (01), no Pacaembu, o Peixe repetiu o feito dos profissionais na temporada 2012 e conquistou o título do Paulista Sub-20 com uma vitória sobre o São Paulo por 1 a 0. Com o gol de Giva, o Alvinegro Praiano levantou a taça que não vinha para a Vila Belmiro desde 2008, com o grupo de Rafael, PH Ganso, André e Breitner.

Depois de um 1 a 0 no jogo de ida, na última quarta-feira (28), em Santos (SP), com Lucas Otávio, o Peixe tinha a vantagem até do empate para faturar o título. Mesmo à frente, o time de Claudinei Oliveira foi para cima e aproveitou os contra-ataques para bater o rival paulista por mais uma vez.

O gol do título saiu aos 20 da primeira etapa. Após bola alçada na área, Giva ficou com a sobra da defesa adversária e estufou as redes. Foi o oitavo gol do artilheiro do Santos FC na conquista do Paulista Sub-20.

“O grupo está de parabéns. Tivemos muita raça dentro de campo e saímos com a vitória hoje e saímos com esse título. Trabalhamos muito e estamos todos muito felizes com essa conquista para o Santos FC”, disse o artilheiro santista.

Agora, o grupo campeão do Estadual parte para a disputa do Campeonato Brasileiro Sub-19, que começa na próxima semana, no Rio Grande do Sul (RS). Em janeiro, eles jogam a Copa São Paulo de Futebol Júnior, cuja estreia está marcada para o dia 04, diante do Remo (PA), em Jaguariúna (SP).  

Campanha no Paulista Sub-20

Sob o comando do agora tricampeão Paulista (Infantil em 2009 e Juvenil em 2010), Claudinei Oliveira, o Santos FC, em 26 partidas, obteve 15 vitórias, seis empates e cinco derrotas. Foram 47 gols pró e 23 contra.

Líder de seus grupos na primeira e na segunda fase, o Alvinegro Praiano eliminou o Flamengo de Guarulhos nas oitavas de final após uma derrota por 2 a 0 no duelo de ida e uma vitória por 4 a 1 no CT Rei Pelé. Nas quartas, os santistas passaram pelo Mirassol com dois resultados positivos: 4 a 1 na Vila Belmiro e 2 a 1 no interior paulista.

Por conta da boa campanha, o Peixe chegou para a semifinal com a vantagem de decidir em casa e de poder contar com dois empates diante do Palmeiras para avançar à decisão. Primeiro em Americana (SP) e depois na Vila Belmiro, as equipes empataram duas vezes em 1 a 1. Com as igualdades, o Alvinegro Praiano garantiu vaga para enfrentar o São Paulo na final.

 



Escrito por Luiz Caetano às 15h07
[] [envie esta mensagem] []


 
 

Reunião sem dirigentes é tensa, mas orçamento do Santos é aprovado

Do correspondente Rodrigo MartinsSantos (SP)

A reunião do Conselho Deliberativo do Santos, na noite desta quinta-feira, na Vila Belmiro, foi agitada. Sob a análise dos conselheiros estavam o balanço de 2012 e o planejamentoorçamentário para 2013. Sem a presença do presidente, Luis Álvaro de Oliveira Ribeiro – que irá se afastar durante 60 dias, por problemas de saúde, a partir da próxima sexta –, do vice Odílio Rodrigues, e dos membros do comitê gestor, apenas o superintendente administrativo, Henrique Schlithler, esteve presente a sessão.

A reunião foi tensa e durou quase quatro horas, com conselheiros divergindo fortemente sobre os temas levantados. Alguns até mesmo ficaram exaltados, fazendo várias contestações pontuais, e deixando o clima da reunião ainda mais quente.

Porém, ao término da sessão, foi divulgado no parecer final que o Peixe teria apresentado déficit ao final da atual temporada, caso não tivesse negociado o meia Paulo Henrique Ganso, em transferência polêmica para o São Paulo (R$ 23,9 milhões), além de ter recebido luvas (cerca de R$ 36 milhões) da TV Globo, empresa que detém os direitos de transmissão do CampeonatoBrasileiro.

Vale ressaltar, entretanto, que por conta do dinheiro extra, os santistas arrecadaram R$ 178 milhões, ou seja, R$ 38 milhões a mais do que era esperado inicialmente. Com isso, a quantia será destinada a cobrir o pagamento de outras áreas do clube praiano, bem como parte dela já serviu para quitar dívidas pendentes.

Entretanto, o restante arrecadado, valor na ordem de R$ 20 milhões, está disponível e, segundo o superintendente administrativo alvinegro, poderá ser utilizado pela diretoria na contratação de reforços para 2013.

No próximo ano, o Santos deve ter ainda mais problemas na área financeira. Sem disputar a Copa Libertadores da América no primeiro semestre, o Peixe deixará de arrecadar valores importantes para o seu fluxo de caixa. Além disso, com a amortização de algumas dívidas, uma delas envolvendo uma ação na justiça impetrada pelo ex-presidente Marcelo Teixeira – na venda de Ganso, por exemplo, o antigo mandatário teve direito a receber R$ 1,2 milhão, referentes a 5% da transação –, parte do orçamento já está destinada para cumprir esses acordos

 

 

 




Escrito por Luiz Caetano às 11h29
[] [envie esta mensagem] []


 
 

Jean Chera repete problemas com 'pai chato', não brilha em campo e pode deixar Fla

Pedro Ivo Almeida 
Do UOL, no Rio de Janeiro

Escondido entre os garotos que sonham com uma chance no time profissional do Flamengo, Jean Chera só ganha destaque por um detalhe: as polêmicas protagonizadas pelo seu pai nos bastidores do Ninho do Urubu. Em pouco mais de dez meses, Chera está longe de brilhar para dar força às cobranças de seu familiar e empresário, apontado como “chato” por funcionários do clube. A eterna promessa não é relacionada para uma partida desde junho e pode deixar o Flamengo no final deste ano por insuficiência técnica.

Chera não convence os treinadores das divisões de base rubro-negras. O meia corre risco de ser dispensado por não reunir condições técnicas para subir aos juniores. Nascido em 1995, ele seria promovido à última categoria antes do profissional em 2013. Atualmente, o garoto apenas treina com o elenco e tem salário alto em comparação com os seus companheiros – recebe cerca de R$ 15 mil por mês.

"O [Jean] Chera é um garoto muito bacana. Sempre tratou a todos muito bem e teve um relacionamento tranquilo com a garotada neste ano que esteve aqui. O grande problema é o pai dele. Sempre tem alguma reclamação, um questionamento, uma cobrança. Muita gente aqui dentro [Ninho do Urubu] não gosta disso. Pai chato que se mete muito em carreira do filho acaba atrapalhando", disse um funcionário do departamento de futebol rubro-negro, que trabalha com a base do clube.

"Existe essa tendência [saída], sim. Ainda não é nada oficial, mas estamos fazendo uma avaliação por tudo que aconteceu na temporada. Ele teve algumas chances, mas não conseguiu atingir o nível dos companheiros. Tudo isso será levado em conta", explicou Carlos Noval, coordenador técnico das categorias de base do Flamengo.O atleta deve deixar o clube por causa do desgaste causado pelas cobranças de seu pai, Celso Chera, mas também pelo desempenho abaixo do esperado durante o ano. O time sub-17 do Flamengo joga o Brasileiro da categoria em Porto Alegre. Jean Chera, fora da delegação que viajou, curte "férias antecipadas" no Rio.

Chera deixou o Santos rumo à Itália por problemas da família com o clube. O meia teve rápida passagem pelo Genoa e voltou ao Brasil após alegar não ter se adaptado à vida na Europa. No Flamengo, a grande reclamação do pai do jogador é sobre o tempo que ele está sem jogar. Celso Chera diz ser um absurdo que seu filho fique fora até mesmo do banco de reservas.



Escrito por Luiz Caetano às 08h28
[] [envie esta mensagem] []


 
  [ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]  
 
 



Meu perfil
BRASIL, Sul, UMUARAMA, JARDIM SAN FERNANDO, Homem, de 46 a 55 anos, Portuguese, Esportes, Livros
MSN - pr_luizcaetano@hotmail.com



HISTÓRICO


    CATEGORIAS
    Todas as mensagens
     Conhecendo o Perfil do Torcedor
     “Estórias de Arquibancada e Bar”
     Categorias de Base
     "ANALISE DO JOGO"
     SANTOS ETERNO



    OUTROS SITES
     UOL - O melhor conteúdo
     BOL - E-mail grátis
     SANTOS SITE OFICIAL
     Globo Esportes Santos
     Blog do Erato
     SANTISTA ROXO
     BLOG espírito Saaaantos
     MUNDO FUTBOLERO
     CONFIO NO MENGAO
     BLOG DO EDINHO
     SANTOSFC.TV-RACHID
     SEMPRE SANTOS Loja Oficial do Santos
     CAMPANHA SANTOS O TIME DA VIRADA
     FUTEBOL STREAMING
     BLOG da NELI
     FUTEPOCA
     FILHO DE PEIXE
     UEFA CUP LIVE
     PROZERO com JÃO
     BLOG da GISELE
     RESULTADOS AO VIVO
     PAIXÃO BOTAFOGUENSE
     LIVE TÊNIS
     LIVE FOOTBALL
     O GRILO FALANTE
     SANTOS TOTAL
     BLOG DO MASSI
     GLORIOSO SANTOS F.C.
     Chelsea News BR
     SASSARENKS
     FUTEBOL AO VIVO
     SANTASTICO
     MUNDO DOS AVATARES
     MULTIPLICAÇÃO DOS PEIXES
     Portal de futebol


    VOTAÇÃO
     Dê uma nota para meu blog!